Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Inocular

A inocular ideias desde 1 de Maio de 2019

Inocular

A inocular ideias desde 1 de Maio de 2019

O tempo sem pressa

Junho 19, 2019

Vivemos presos numa ratoeira. pensamos que fazemos a roda girar, mas na verdade a roda gira ao sabor de vontades superiores.

Somos verdadeiramente bonecos nas mãos de quem controla a informação. Fazendo com que os nossos instintos mais básicos sejam satisfeitos.

Trabalhamos grande parte da nossa vida, para satisfazer necessidades impostas de geração em geração e poucos são aqueles que ousaram sair e desconstruir a realidade conforme a conhecemos. Mas mesmo sabendo onde o queijo está, continuamos a cair vezes sem conta. Quer seja pelo medo da rejeição do grupo, quer seja pela aceitação. Numa época de tanta escolha vivemos infelizes, porque o que temos pode ser melhor, pode ser em mais quantidade e pode ser sempre algo que ainda não atingimos.

Algo que lamento ter aprendido agora, tão tarde é que a pressa a que nos obrigam, na verdade é relativa. Por isso viver com calma talvez seja essencial. Agora ao entrar nesta idade dos enta, percebo as mudanças que tenho de fazer. Talvez porque me aperceba a custo, que a minha puberdade acabou.

Mudar de vida - update!

Junho 18, 2019

 

É hoje o dia que me liga, é hoje o dia em que fico mais perto da mudança que tanto quero.

Mas as horas sucediam sem telefonema, o dia estava insuportável. Respirar custava tanto como se tivesse subido umas quantas escadas. O foco estava no telefone e por isso mesmo olhei para ele umas mil vezes.

As pessoas falavam para mim, mas o foco estava ali naquele pedaço de tecnologia, que teimava não tocar. Que teimava em não me dar noticias, à medida que as horas iam passando. As horas seguiam os minutos e a cada segundo o meu coração ficava mais pequeno. Um sim, um não! qualquer resposta serve, pensava eu... já não tenho idade para me preocupar assim! Infelizmente a resposta não chegou à hora indicada, nem chegou passado uma hora. Mas mesmo a roçar o fim do dia, para lá da hora de jantar o telefonema chegou.

Uma segunda entrevista a caminho!

Agora esperar mais uma semana... que sofrimento!

 

Obrigado

Junho 16, 2019

 

Não criei este espaço para divagações pessoais. O ultimo post teve um enorme numero de comentários, aos quais fico grato.

No entanto penso que a coisa sai desvirtuada da minha ideia original de ter um espaço de ideias e criatividade a roçar o sarcasmo. Mas nem sempre temos o que queremos.

Por exemplo eu ainda não sei o resultado da entrevista. Até lá continuo nesta ânsia de saber uma resposta e no stress de todos os dias voltar onde não me sinto bem!

Entretanto resolvi olhar para mim. sem o partilhar verbalmente, como quem deixa de fumar, também eu vou tentar largar comportamentos alimentares menos adequados e exercitar-me melhor. Já disse isto tanta vez, que perdi a conta às vezes que falhei.

E voltando atrás, talvez crie um espaço para as minhas desventuras e deixe este espaço para as minhas partilhas mais idiotas. Ou quem saiba crie tags e deixe tudo aqui ao molho numa espécie de amalgama de ideias, sentimentos e sarcasmo.

Obrigado a todos!

40 anos e perdido!

Junho 12, 2019

10 anos de trabalho na mesma empresa e vejo-me obrigado a colocar um ponto final na nossa união. O stress que sinto ao acordar todos os dias, antecipando o que vou encontrar. Tolda-me a mente e a forma como estou com a minha família e os meus filhos.

Se sinto medo aos 40 anos, por estar a dar um salto rumo ao desconhecido. Claro que sinto. Tenho contas para pagar e filhos para sustentar, mas preciso de me achar. Não sei se é possível aos 40 anos.

Por isso resolvi arriscar e recebi um convite para uma entrevista, numa área nova... será que burro velho pode aprender truques novos?

Espero encontrar o meu equilíbrio... que anda perdido e me mina a criatividade.

Game Over Pothoven

Junho 05, 2019

https://pixabay.com/pt/photos/estrada-marca%C3%A7%C3%A3o-de-estradas-rua-km-166543/

 

Por vezes temos vontade de desistir, parar de insistir e tentar noutro dia ou outro caminho. Mas chegar à conclusão que não queremos viver mais, é algo duro. Não haverá mais moedas para recomeçar no ponto onde perdemos. É pura e simplesmente o fim de tudo. A ausência de medo perante a morte, é algo louvável. Mas os motivos que levaram aquela menor holandesa a terminar a sua vida, é o resultado mais deplorável da existência humana. Talvez seja a prova que merecemos morrer sufocados nos nossos sacos de plástico por permitir que as coisas cheguem a este ponto.

Eu tenho nojo sempre que vejo noticias onde a integridade humana é colocada em causa pelo seu semelhante. Alguém que ousa fazer sofrer, seja verbalmente ou fisicamente, não contribui para a nossa espécie. Deturpamos com a nossa ciência, contornando a própria natureza. Os nossos desvios são assentes em defeitos. Uma noção de amor defeituosa é tão grave como um ataque à bomba armada. Acreditar à maneira deles que estão certos é o caminho para a desgraça.

Mas aquilo que vemos, aquilo que aceitamos... é consequência de todas as vezes que pudemos fazer algo e resolvemos olhar para o lado. Talvez esteja na altura de ver o mundo sem filtros e levantar os olhos para o horizonte e pensar no que queremos para a nossa vida.

Age, para que alguém possa escolher viver, em vez de morrer.

 

 

Loops

Junho 04, 2019

Hoje de forma simples penso que podemos estar acompanhados e sentirmos-nos sozinhos. Podemos estar no sitio mais silencioso, mas não escutamos o silêncio. Tal é o barulho dos nossos pensamentos, presos num loop intemporal, que nos faz duvidar das escolhas mais simples da nossa vida.

Muitas vezes queremos deitar a toalha ao chão, sentimos-nos cansados e desmotivados e queremos voltar atrás. Mas o tempo é egoísta. Não ajuda na idade e não caminhamos sozinhos. Não voltamos atrás porque não temos força para encarar muitas vezes quem nos acompanha na viagem e por isso continuamos em frente, mesmo que no fim do dia te sintas muito cansado e desmotivado.

Este tipo de loop intemporal, mina-te a criatividade, o sorriso e faz-te perder o melhor da vida. Não é fácil sair dele...

Não somos poucos, apesar de silenciosos.

 

Já posso falar do fim da guerra dos tronos, ou ainda corro o risco de spoilar a coisa?

Maio 21, 2019

https://cdn.pixabay.com/photo/2019/04/16/09/29/game-of-thrones-4131270_960_720.jpg

A palavra que me ocorre para esta última temporada foi meh! Não meh de merda, mas meh como uma onomatopeia associada ao som de uma coisa sem sal, algo que defina a incapacidade de nos surpreender.

Merecíamos mais, merecíamos mais umas 20 temporadas para contar tudo com os pormenores que gostamos. Mas tivemos algo apressado, com erros como garrafas de água perdidas e copos de café. Tal como o construtor que demorando muito tempo, se esquece dos acabamentos premium.

Bran Stark, o quebrado... o primeiro a garantir a quota numa administração tendo em conta a sua condição física e não pelo mérito. Chegou certamente ao poder, porque estacionou mais perto da entrada num lugar marcado. Fazerem-nos viver por entre todas as lutas para chegar ao fim e o deficiente ganhar é uma merda. Mais valia dar o lugar ao Samuel.... acharíamos mais credível, o gajo até tinha uma garrafita atrás das pernas.

O Anão punheteiro, afinal era um cérebro que sem querer ser a mão acabou por ser o mais importante ator no meio de tudo. Sinal que as pessoas não se medem aos palmos. Mas o filho da mãe podia ter morrido com a besta que matou o pai, pelo Sir Brown.... mas não, o gajo passou por entre os pingos da chuva. Meh!

O fim de Arya foi uma palhaçada, partir de barco para descobrir o mundo, ela não tinha que descobrir o mundo mas degolar metade das pessoas de porto real. Daria uma morte digna a Cersei e não aquele fim... aquele fim em que o maneta não a conseguiu salvar.

O Dragão que queimou a cidade podia ter comido umas quantas pessoas, seria interessante ver...

A Daenerys, que fim mais parvo. O J. Snow, devia ter sofrido para a matar, feito conspirações, sei lá... um fim apressado, para uma loucura sem sentido.... E o Dragão devia lhe ter arrancado a cabeça... mas nãooooo....

Nunca uma série me deu tanta raiva... belo meh.... mas meh de merda!

 

Não queiram crescer!

Maio 18, 2019

https://pixabay.com/pt/photos/via-l%C3%A1ctea-universo-pessoa-estrelas-1023340/

Isto de ser adulto é uma grande mentira. como se por atos de magia, descobríssemos todas as respostas que nos apoquentam em jovens.

Um adulto não deixa de ter as suas dúvidas e as suas incertezas, os seus sonhos e os seus desejos. Para além disto tudo tem contas para pagar, o que lixa o esquema para seguir os seus sonhos. Entramos num desespero muitas vezes e poucos acertam no caminho.

Toda esta fanfarronice de passarmos muito tempo a fazer de conta que todos sabemos para onde vamos, é a maior das mentiras!

 

Vende-se ideias a 1 euro

Maio 01, 2019

fonte @ PixbayIsto de vender ideias não é novo. Aqui, espero fazer negócio da minha idiotice... a ideia é debitar ideias e opiniões ao ritmo do meu estado de espírito. Umas vezes triste, outras alegre, outras vezes zangado e muitas vezes sarcástico. A vantagem de criar um blog é esta. Poder debitar as minhas ideias ao ritmo que quiser e como quiser.

 

Cabe a ti decidir se queres ler, responder e interagir. Do meu lado prometo não ligar patavina ao que escreveres. No entanto não quer dizer que não ganhes o direito a ter um resposta. O mundo é um sitio maravilhoso, que dentro da sua rotina muda a um ritmo alucinante. Por isso pergunto: porque raio não posso também mudar?

 

O difícil nunca é começar, é continuar focado.

 

 

convido-te assim a seguir-me através deste link para ficares a par dos meus posts no futuro

 

inocular

Maio 01, 2019

i·no·cu·lar - Conjugar
(latim inoculo, -are, enxertar)
verbo transitivo

1. [Medicina]  Introduzir num organismo, geralmente um agente .patogênico para prevenção ou estudo (ex.: inocular cobaias; inocular um vírus).

2. [Biologia]  Inserir num meio ou ambiente propício (ex.: inocular microrganismos num meio de cultura).

3. Incutir, inserir, introduzir (ex.: inocular o mal).

4. Fazer a transmissão ou difusão de (ex.: inocular .ideias). = COMUNICAR, CONTAGIAR, PROPAGAR, TRANSMITIR


"inoculado", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/inoculado [consultado em 01-05-2019].

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D